Tipos de azulejos e como preparar para forrar uma parede

Os azulejos dão um acabamento fresco, limpo e eficaz a cozinhas e casas de banho, onde a sua superfície é prática, resistente à água e fácil de limpar. Os azulejos pintados à mão com cores brilhantes podem ser utilizados para oferecer conforto a estilo a qualquer divisão.

Os azulejos são resistentes, impermeáveis e fáceis de limpar, o que os torna ideais para casas de banho, áreas de duche, cozinhas e quartos de arrumações.

Fazer cortes direitos em azulejos de cerâmica fina é surpreendentemente fácil se utilizar um buril e uma turquês, e mais ainda com um corta azulejos.

Podem ser utilizados em paredes e soalhos, mas também em mesas e bancadas de trabalho. A sua cor e acabamento podem marcar um estilo, desde o moderno liso ao etnológico artesanal.

Frescos, limpos, macios e bonitos para um aspecto fantástico; Suaves, matizados, calorosos e coloridos para um estilo tradicional ou campestre. Perfeitos quando lisos, mas belos com padrões.

As curvas devem ser cortadas com uma serra para corte de azulejos. Os azulejos mais grossos necessitam de ser cortados com uma rebarbadora angular, um corta azulejos ou uma serra de disco eléctrica.

As suas superfícies rijas repelem a poeira e os salpicos podem ser limpos com um pano húmido.

A uniformidade dos azulejos realça o trabalho mal feito, mas ainda que tenham sido bem aplicados nunca terão um aspecto bonito se a cor ou padrão não for a seu gosto.

Limpe regularmente os azulejos, em especial numa zona de duche onde a acumulação de sabonete aplicará sobre os azulejos uma película baça e cheia de espuma.

Tipos de azulejos

Actualmente há muitas lojas especializadas em azulejos – procure bem e inspire-se!
Azulejos de cerâmica
Variedade de formas e tamanhos, lisos e estampados, brilhantes ou matizados. A maior parte é quadrada e os tamanhos mais comuns são 100 mm e 150 mm. Há tamanhos maiores e rectangulares, octogonais e formatos interligados.
Azulejos com vidrado
Têm uma camada de vidrado, rija e brilhante, é impermeável e durável.
Azulejos sem vidrado
Têm um acabamento mais baço e matizado, e podem ter de ser isolados para reduzir a porosidade.
Azulejos industriais
Bastante finos e, por isso, fáceis de cortar. Com uniformidade da espessura, acabamento da superfície, cor e padrão, sendo por isso fácil encontrar azulejos de substituição.
Azulejos artesanais
Mais irregulares e normalmente mais espessos. A cor e acabamento variam e os padrões são menos precisos, o que lhes dá mais “carácter”.
Mosaicos
São pequenos e dão um aspecto final diferente. Aplicá-los individualmente seria moroso, pelo que vários deles são vendidos como um painel sobre tela, que se mantém no lugar após a aplicação, ou um papel que é removido da aplicação.
Azulejos curvos
A maioria dos azulejos vendidos actualmente tem as extremidades rectas, mas alguns possuem uma das extremidades curva e acabada, para uma melhor aplicação em peitoris de janelas e painéis.
Azulejos para guarnições e frisos
Decorativos e alguns com padrões em relevo. Existem à venda os mais pequenos para os contornos.
Azulejos espelhados
São fixados com almofadas auto-adesivas (normalmente incluídas) e são aplicados juntos, sem juntas.

Outros materiais

A maioria é de cerâmica, mas a popularidade da pedra e ardósia para soalhos conduziu ao fabrico de versões mais finas para paredes. Não é fácil de cortar e o melhor é deixar essa tarefa para os ladrilhadores.
Para um acabamento profissional, tire o maior partido dos novos produtos para corte e aplicação.
Corta azulejos ou buril
Utilizados para cortar os azulejos ao meio. Os corta azulejos são mais fáceis e seguros do que os buris.
Turquês
Uma espécie de alicate para cortar tiras estreitas, entalhes e cantos.
Serra para cortar azulejos
Utilizada para curvas, torno de tubagens, etc.
Lima metálica
Para alisar bordos cortados.
Pasta ou cola para azulejo
Normalmente é vendida já misturada e a maioria é impermeável.
Separadores
Guias para espaçar uniformemente.
Pasta de cimento
Preenche as fendas entre os azulejos. Vendida em pó para misturar com água. Variedades resistentes ao calor para cozinhas e à base de silicone para bancadas.
Cantoneira plástica
Torna os cantos e extremidades mais perfeitas; evita que lasquem.

Preparar as paredes

Antes de decidir forrar uma parede a azulejo, observe cuidadosamente a área a ser coberta. Se possível, evite a colocação de azulejos em torno de janelas, acessórios fixos à parede, tubagens e reentrâncias ou vãos. Os azulejos industriais serão mais fáceis de aplicar, pois têm um tamanho e forma uniformes. Os azulejos artesanais possuem uma forma irregular.
Calcule o número necessário para a altura e largura da área a ser revestida, multiplique os dois valores e acrescente 10% (talvez 15% para principiantes), para o caso de alguns se partirem.

Preparar superfícies
Os azulejos podem ser aplicados sobre a maioria das superfícies, por serem planos, limpos e secos. A pasta ou cola de cimento deve secar durante várias semanas. Não aplique azulejos sobre papel de parede. Pode aplicar por cima de azulejos antigos. Raspe qualquer pedaço solto de pasta de cimento, fixe qualquer azulejo solto e, caso existam espaços vazios, preencha-os com betume. Prepare as superfícies instáveis com uma camada de cola à base de acetato de polivinilo, impermeável.

projetar
Faça um plano para a colocação dos azulejos, aplicando uma fileira deles com separadores entre cada um e marcando cuidadosamente a posição de cada azulejo numa ripa de madeira com 50 mm de largura. Utilize-a para saber onde serão colocados os azulejos. Posicione o primeiro azulejo afastado da extremidade e verifique ambos os lados, para se certificar de que os azulejos cortados de cada uma das extremidades têm uma largura muito semelhante – trace uma linha vertical ao longo da parte central e trabalhe a partir daí.


Adicionar Comentário