Como fazer junções à meia-esquadria

As junções à meia-esquadria obtêm-se cortando os topos das peças a unir em ângulo, de tal forma que, executada a junção, eles formem um ângulo recto perfeito. Para marcar a linha do corte, utilize um esquadro de carpinteiro, uma suta simples de lâmina deslizante ou, se possível, uma caixa de cortes de meia-esquadria. Prenda a peça a cortar num torno ou com um grampo de meia-esquadria, se estiver a trabalhar numa bancada. Marque a linha de corte, deixando uma margem de cerca de 1 mm prevendo a redução resultante do acabamento com a plaina. Corte a madeira cuidadosamente utilizando um serrote de costas, que deve manter direito. Quando a peça a cortar é muito larga e não cabe na caixa de cortes, pode solucionar o problema desenhando um quadrado na espessura da madeira. Trace em seguida a diagonal ao quadrado, continue o traço pela face e execute o corte seguindo as linhas desenhadas.

Existem vários processos de executar e reforçar uma junção à meia-esquadria. O método mais simples consiste em colá-la e pregá-la com pregos introduzidos obliquamente, em cauda de andorinha. Aperte bem à junção num torno ou com um grampo, depois de aplicar a cola. e mantenha-a apertada enquanto introduz os pregos e até a cola secar.

Um outro método consiste em serrar ranhuras oblíquas na aresta exterior, mantendo as duas peças, já coladas, bem apertadas num torno. Introduza pedaços de folheado de madeira ou contraplacado de 1,5 mm de espessura nas ranhuras e acerte quando a cola estiver seca. Neste caso, quando der o acabamento, trabalhe com a plaina em direcção ao centro da obra.

A utilização de um talão postiço confere ainda maior resistência à junção e não danifica a aresta. Prepare um bloco-guia a 45º da mesma largura da peça. Aperte o bloco num torno com a peça e faça o entalhe guiando-se pelo bloco. Corte o talão em contraplacado.Finalmente, pode executar a junção com cavilhas. Marque a posição das cavilhas numa das faces da meia-esquadria com pregos provisórios. A marcação deve ser feita próximo da face interior da peça para poder dar um comprimento maior às cavilhas. Corte a cabeça dos pregos, afie as extremidades e com eles marque a outra face. Quando abrir os furos para as cavilhas, utilize uma esfera de profundidade.

As cavilhas devem ter a todo o comprimento uma ranhura feita à serra para deixar escoar o excesso de cola e as extremidades chanfradas para facilitar a sua introdução na peça.

Para apertar uma moldura com junções à meia-esquadria, proteja os cantos com grampos de meia-esquadria ou com cantoneiras e passe uma corda sobre as protecções a toda a volta da moldura. Aperte bem com um torniquete. Verifique se as diagonais são iguais.

meia-esquadria


One Response

  1. José Pacheco 20 de Abril de 2012

Adicionar Comentário