Gelo nas canalizações, o que fazer para evitar e reparar os canos danificados

A possibilidade de ocorrência do fenómeno de gelo nas canalizações no nosso país é reduzida. Mas também é verdade que, nas zonas onde o Inverno é mais rigoroso, mais vale prevenir que remediar.

Como evitar o gelo nas canalizações

Para além do incómodo de não se poder utilizar a água canalizada, o congelamento provoca um aumento do volume da água, que pode dar origem a roturas na canalização. Como já vimos em isolamento térmico da sua casa, a melhor prevenção consiste em instalar os canos numa parede interior. Quanto aos canos que têm de passar pelo exterior, a única alternativa consiste em isolá-los.

Em caso de ausência prolongada, o melhor a fazer é vazar os canos: feche o contador e abra todas as torneiras da casa, incluindo a torneira de segurança. Deixe-a aberta e ponha um copo por baixo: a válvula do contador pode não
ser totalmente estanque. Claro, quando voltar, não se esqueça de fechar todas as torneiras antes de abrir o contador.

As torneiras situadas no exterior devem ser purgadas antes de o frio se instalar: abra totalmente as torneiras e deixe a água correr, depois de ter fechado o contador.

Mas não é só nos canos que a água pode congelar: limpe os algerozes, as caleiras e os tubos de queda de folhas e outros desperdícios, para que a água da chuva possa correr livremente.

Se já for tarde para prevenir…

Contador gelado, sem fugas de água: aqueça a área congelada com um secador de cabelo ou uma pistola de ar quente. Em alternativa, cubra o contador e/ou o cano com panos molhados em água bastante quente.

Contador gelado, com fugas: corte a água e avise a companhia abastecedora, para que esta substitua o contador avariado.

Canalização gelada: quando se aperceber de que a canalização gelou (por a água não correr, por exemplo), comece por cortar o abastecimento de água, Se a canalização for exterior, procure as fendas no cano que daí possam ter resultado e proceda à substituição do segmento danificado antes que o gelo comece a derreter, para evitar fugas de água. Se isso não for possível de imediato, adopte uma solução provisória: serre a parte do cano danificado e substitua-a por um pedaço de mangueira com um diâmetro adaptado. Para o efeito, aqueça as extremidades da mangueira, faça-as deslizar pelas extremidades do cano e fixe-as com abraçadeiras.

Se o cano descongelar antes de estar reparado, feche imediatamente a torneira de segurança. Coloque baldes debaixo das
fendas, para recolher a água. Em seguida, abra todas as torneiras da casa, para esvaziar rapidamente as canalizações. Quando estas estiverem sem água, volte a fechar as torneiras. Faça a reparação ou chame um canalizador.


Adicionar Comentário