Truques e efeitos para alterar o volume dos espaços interiores

O revestimento das paredes

A: as linhas horizontais proporcionam uma sensação de alongamento e fazem com que o tecto pareça mais baixo.


B: as linhas verticais dão uma impressão de altura e tornam a divisão mais estreita.


Pode obter-se este efeito com um telhado inclinado.

A: efeito de comprimento
B: efeito de altura

Efeitos conseguidos com um espelho

A: pequeno quarto aluminado por uma superfície vidrada.


B: se perpendicularmente a essa superfície for colocado um espelho, a luminosidade aumenta e multiplica-se o volume do quarto.


Aqui, temos, também, uma superfície vidrada que, em termos visuais, se tornará dupla e que fará aumentar a luminosidade. O efeito dinâmico das linhas horizontais tornará o quarto ainda mais amplo.

As portas do roupeiro foram substituídas por uma porta de correr espelhada, o que faz com que o quarto pareça maior.

Nas velhas construções, geralmente as paredes são muito grossas, fazendo, assim, diminuir a entrada da luz do dia nas casas. Coloque espelhos na ombreira das janelas. Este truque fará com que a ombreira «desapareça» visualmente, além de prolongar a perspectiva e de aumentar a luminosidade.

A superfície do espelho deve fazer com a parede um ângulo de 90°, a fim de evitar que as linhas de fuga da perspectiva sejam quebradas.

A: a perspectiva é quebrada.
B: a perspectiva prolonga-se sem quebras.

O efeito de elevação

Nos apartamentos modernos, as paredes, geralmente, não são muito altas. Contudo, a sensação de opressão que tal facto produz pode ser anulada.

É possível sentir, num corredor ou numa divisão pequena, uma sensação de «esmagamento», devido à pouca altura das paredes e à consequente proximidade do tecto. Para eliminar esta sensação, poderá pintar o tecto com uma tinta lacada, muito brilhante, de um tom sombra, e as paredes de tons claros. Deste modo, a luz incidente nas paredes irá reflectir-se na superfície brilhante do tecto, como se este fosse um espelho fumado.

Os móveis e, sobretudo, os painéis que cobrem totalmente uma parede tornam uma sala mais pequena e dão a impressão de que os tectos estão muito baixos. Para anular este efeito, pode dividir as superfícies e dar-lhes tonalidades carregadas, que acentuem a verticalidade.

O pequeno hall, iluminado apenas por um candeeiro suspenso, parecerá amplo se colocar, na parede do fundo, um painel luminoso, A sua concepção é simples. Coloque, a cerca de 20 cm da parede, um vidro despolido emoldurado num caixilho (de madeira, metal, ou outro material, conforme o seu gosto).

Este «quadro» deverá cobrir a totalidade da parede. Na parte de trás, instale várias lâmpadas fluorescentes (luz do dia) e, na parte da frente, uma lâmpada opalina branca e uma persiana tipo veneziana. Devido às lâmpadas fluorescentes, a persiana estará a contra-luz e proporcionará uma sensação de profundidade.

O efeito de alargamento

Do mesmo modo, poderá usar certos truques sempre que uma divisão parecer muito pequena, mesmo sufocante.

Por exemplo, os corredores, normalmente, parecem estreitos, pelo que deverá utilizar cores, linhas ou espelhos para lhes dar um aspecto mais agradável.

Linhas transversais no revestimento do chão dão uma impressão de largura. A fim de acentuar este efeito, o tecto poderá ser tratado da mesma forma.

Da mesma forma, espelhos colocados nas paredes (entre o chão e o tecto) fazem recuar os limites visuais do espaço.

É possível acentuar o efeito de horizontalidade pintando o tecto e a parte superior das paredes com um tom carregado e revestindo o chão com um material claro.

A modificação das proporções

São as proporções de uma divisão que, geralmente, lhe conferem o seu caracter de intimismo, de frieza ou de solenidade. É possível, também neste campo, corrigir certos efeitos e realçar outros.

Uma porta ao centro da parede reduz a superfície. Se desejar reduzir as proporções de uma parede, divida ao máximo a sua superfície através de tonalidades fortes.

Um corredor alto e comprido pode tomar proporções mais agradáveis se as paredes forem pintadas com um tom claro e o tecto com uma cor carregada, o que fará com que este último pareça mais baixo. O efeito será ainda mais acentuado se a parte superior das paredes for pintada com a mesma cor do tecto.

A altura do tecto em velhas construções pode ser “reduzida” com um friso e com reposteiros, colocados em toda a extensão da parede. A parte superior será pintada com um tom semelhante ao do revestimento do chão.

A mesma altura será disfarçada se os elementos contrastantes forem acentuados. Por exemplo, introduzindo um toque de cores vivas.

Como tornar um tecto mais baixo

Se as linhas horizontais forem acentuadas, as paredes parecerão mais longas e o tecto mais baixo.

Um tecto falso, total ou parcial, também poderá ser uma solução. O tecto rebaixado em relação ao seu nível geral, criará, por exemplo, um espaço para refeições mais íntimo, delimitando, simultaneamente, essa mesma zona.

Ruptura de volumes

Uma escada de canto poderá pesar dentro de uma sala. O jogo entre a pintura de parede e o revestimento dos degraus é importante para aliviar esse mesmo peso.

Uma iluminação artificial também reduz as proporções. A iluminação baixa poderá deixar a zona superior na sombra. Se esta for bem concebida, poderá dividir as linhas de fuga.

A criação de vãos e de espaços abertos permite, igualmente, delimitar melhor as áreas, deixando adivinhar novos espaços à medida que se caminha mais para o interior. No caso de pequenos apartamentos, este truque proporciona uma sensação de espaço, preservando a intimidade de cada zona.


Adicionar Comentário