Como Fazer um cortinado

Fazer um cortinado ou uma cortina não é tarefa fácil. Por isso, se for a sua primeira tentativa, é preferível escolher um tecido leve para uma janela pequena. Também é conveniente começar por um tecido liso ou cujo padrão não exija simetria.

Os bons resultados dependem, sobretudo, de uma medição rigorosa e da correcta combinação do estilo de cortinado que se pretende fazer com o tipo de tecido escolhido.

Como fazer as contas ao tecido

Para calcular a quantidade de tecido necessária, terá de ter em conta:

  • a largura da peça de tecido que escolher;
  • as dimensões da janela e, no caso dos cortinados, da porção de parede a cobrir.

Largura do tecido

Meça a largura da janela e acrescente a largura de parede que quer cobrir. Em princípio, o varão ou a calha deverão ter esta dimensão.

À largura do varão, acrescente alguns centímetros de tecido para a bainha

Para que os cortinados tenham um bom cair, é necessário que a largura total do tecido tenha o dobro do valor encontrado (uma vez que também é preciso contar com a roda).

Altura do tecido

Meça desde a parte superior da calha ou do varão até ao extremo inferior da zona que quer cobrir (o parapeito, por exemplo). Para um cortinado comprido, meça até 10 milímetros do chão. A este valor, acrescente cerca de 10 centímetros para a cabeça (extremo superior) e 20 centímetros para a bainha, incluindo o debrum (ou remate). A bainha permitir-lhe-á ajustar o cortinado, se este encolher.

Comprimento total do tecido

Para determinar qual o comprimento total do tecido a comprar, comece por dividir o valor que obteve para a largura (incluindo a roda) pela largura da peça de tecido que escolheu. De preferência, arredonde alguns centímetros para cima, o que lhe dará uma certa margem de manobra.
Depois, basta multiplicar a altura pelo número de larguras necessárias.

Um exemplo concreto

Largura da peça de tecido: 120 cm
Medidas da janela: largura 200 cm altura 250 cm
Para a largura total, vai precisar de: 200 cm x 2 = 400 cm (mais a porção de parede a cobrir).
Para a altura, precisa de: 250 cm + 30 cm (bainhas) = 280 cm. Ou seja, como o tecido pretendido tem 120 centímetros de largura: 400 – 120 = 3,3 larguras. Portanto, precisará de comprar, no mínimo, 924 centímetros de tecido (3,3 x 280 = 924 cm). No entanto, será preferível comprar 4 larguras de tecido, caso contrário as cortinas poderão ter pouca roda.
Ou seja:
4 larguras x 280 cm = 1,120 cm de comprimento total.

Mãos à obra!

Cosa as duas faixas de cada cortinado. Dobre uma ou duas vezes os debruns superiores e inferiores, pelo avesso. Na parte de cima do cortinado, faça uma bainha de 5 centímetros, com um debrum de 4 centímetros, para evitar que o tecido se desfie. Faça as costuras com ponto de bainha e cosa também a bainha. Passe a ferro a bainha e as costuras.

  • Para determinar o número de pregas, tenha como referência a largura da calha ou do varão. Divida-a por dois, uma vez que está a trabalhar com dois cortinados por janela.
    No nosso exemplo, a calha media 200 centímetros, o que dá 100 centímetros para cada cortinado. Conte uma prega de 10 em 10 centímetros e acrescente mais uma.
    Para 100 centímetros de calha, temos, portanto, 10 + 1 = 11 pregas. A primeira e a última devem colocar-se a três centímetros da extremidade, o que dá: 3 cm, uma prega, 10 cm… uma prega, 3 cm. No total, há entre as pregas: (2×3)+ (10 x 10) = 106 cm.
  • A profundidade das pregas depende da largura de tecido utilizada (largura total menos as bainhas). Como, no nosso exemplo, usamos duas faixas inteiras para cada cortinado, temos 234 centímetros de largura útil (120 centímetros de cada faixa, menos os 3 centímetros de margem antes da colocação da primeira e última pregas: 117 + 117 = 234). A
    esse valor é necessário subtrair 106 centímetros (espaços entre as pregas).
    A diferença divide-se por 11 (o número de pregas). Ou seja:
    234 cm – 106 cm = 128 cm
    128 cm – 11 = 11,5 cm de profundidade por cada prega.
    Meça cuidadosamente as pregas e marque-as com alfinetes. Para maior segurança, verifique bem as medidas antes de começar a cosê-las, a 5 centímetros do debrum superior. A fixação dos cortinados no suporte pode ser feita por meio de ganchos ou de argolas.
  • Para determinar o comprimento exacto dos cortinados, pendure-os e fixe o debrum inferior a 2 centímetros do chão ou do parapeito da janela. Alinhave a bainha, à mão ou à máquina. A costura feita à mão talvez seja preferível, já que os cortinados podem esticar-se posteriormente, devido ao seu próprio peso, e ficar demasiado compridos. A bainha definitiva não deve ter mais de 20 centímetros, incluindo o debrum.

No Responses

  1. Pingback: Como fazer cortinas 15 de Novembro de 2012

Adicionar Comentário