Como reparar janelas

Os sinais óbvios de que existe alguma coisa errada com uma janela surgem quando começa a abanar com o vento ou a ficar presa, tornando-se difícil de a abrir ou de a fechar. E muito provável que o ruído seja provocado por dobradiças velhas ou pelo desgaste da própria janela; o facto de ficar presa deve-se à madeira inchada, a tinta sobreposta ou ao movimento das junções do caixilho. Todos estes problemas podem ser resolvidos.

REPARAR AS DOBRADIÇAS DA JANELA

As dobradiças soltas ou gastas são normalmente a causa dos problemas das janelas. Para começar, experimente apertar os parafusos ou substituí-los por parafusos ligeiramente maiores mas com o mesmo calibre. Se isso não funcionar, substitua as dobradiças por novas com o mesmo tamanho e por novos parafusos. Lembre-se de que as dobradiças de aço enferrujam rapidamente, por isso aplique uma tinta de base primeiro e depois volte a pintar para combinar com a janela quando estiver seco.

Verifique se a janela abre e fecha bem. Se a janela prender junto à ombreira, pode ser necessário desbastar a reentrância de uma ou das duas dobradiças; se prender junto ao fecho, uma ou as duas reentrâncias serão demasiado profundas e podem precisar de ser ajustadas com cartão. O problema de uma janela que abana pode ser resolvido com fita de calafetagem. Meça o intervalo e depois compre uma fita adequada.

JANELAS DESGASTADAS

As janelas de guilhotina têm mais tendência para se desgastarem. O melhor é retirar as janelas e colocar fita de calafetagem dentro do caixilho. Também pode ser necessário colocar um novo fecho para manter as janelas unidas. Coloque uma nova moldura de perfil semicircular interior à volta da janela para que esta se ajuste melhor ao caixilho interior.

JANELAS EMPENADAS

As janelas de madeira com dobradiças podem por vezes empenar, por isso apenas estão em contacto com o caixilho em cima ou em baixo. A melhor forma de resolver o problema é colocar uma fechadura de embutir, que se insere numa cavidade cortada na janela, inserindo-se o ferolho noutra cavidade praticada no caixilho. Isto permite que a janela seja fixa na posição correcta (arranje alguém para a empurrar pelo lado de fora enquanto a fecha), para que o empenamento se corrija por si. Pode colocar um pequeno taco de madeira entre a janela e o caixilho para corrigir o empenamento — não force muito ou poderá partir o vidro.

SUGESTÃO PRÁTICA
Quando substituir dobradiças de aço pintadas por dobradiças de latão, use sempre parafusos de latão para combinar.

JANELAS PERRAS

Com o tempo, várias camadas de pintura podem fazer com que as janelas prendam, especialmente quando o clima se torna húmido e a madeira começa a inchar. Use uma plaina para desbastar as áreas afectadas, sendo mais fácil de fazer se retirar a janela do caixilho, e depois volte a pintar antes de colocar a janela.

Certifique-se de que pinta completamente toda a madeira, uma vez que isto evitará que a água penetre e faça com que a madeira inche. Verifique também se a massa de vidraceiro está em boas condições e se cumpre bem a sua função de não deixar entrar a água e de segurar o vidro.

ENCAIXES DE JANELA SOLTOS

Se a tinta de uma janela de madeira estiver em mau estado, os encaixes podem secar e encolher, fazendo com que a janela vergue e fique presa na moldura.
Retire o vidro e a tinta velha. Verificará então um espaço no encaixe de espiga e caixa, que deverá encher com cola de madeira. Use grampos de caixilho para manter a janela em esquadria enquanto a cola seca. Poderão existir calços no entalhe de espiga e caixa, que poderá substituir por calços novos colados como nas portas. Também pode fazer orifícios através do
encaixe e colar cavilhas para os reforçar. Utilize uma broca para cavilhas – 6, 8 ou 10 mm – e coloque duas cavilhas por junta. Alise as cavilhas com um cinzel, depois de a cola estar seca, ou aplaine-as.
A alternativa é colocar uma braçadeira de reforço em forma de L em cada canto solto. Certifique-se de que a janela está em esquadria antes de a colocar e corte uma reentrância na superfície da janela para que a braçadeira esteja à mesma altura ou ligeiramente abaixo, de forma a poder ser coberta com massa de ^ enchimento.


One Response

  1. Elaine Trevino 25 de Setembro de 2012

Adicionar Comentário