Como reparar e conservar muros de alvenaria

Juntas danificadas. Arranque a argamassa velha, solta ou quebradiça até uma profundidade de pelo menos 12 mm, utilizando a ponta de uma colher de pedreiro ou um ponteiro estreito de aço e um martelo ou macete. Utilize uma trincha velha para tirar o pó e em seguida, com a mesma trincha embebida em água, humedeça bem as juntas. Preencha-as com uma mistura de argamassa — 1 parte de cimento, 1 parte decai e 6 partes de areia fina de construção — e depois alise com um pedaço de um tubo de cobre dobrado para obter juntas inclinadas (v. juntas, como refazer) ou faça-as de modo que se harmonizem com as juntas já existentes. Se comprar os materiais expressamente para este trabalho, compre uma pequena quantidade de argamassa pronta, à qual só é necessário adicionar água.

Tijolos soltos. Retire a argamassa à volta dos tijolos para conseguir soltados. Raspe também a argamassa velha dos tijolos e depois «barre» as arestas com a mistura nova. Aplique uma camada de argamassa nos buracos a preencher (v. tijolos, como assentar) e< introduza os tijolos sem forçar; empurre-os com o cabo do martelo e depois faça o acabamento.

Tijolos lascados. Remova toda a área lascada com um formão e encha com argamassa colorida para que se pareça com o tijolo. Se este estiver excessivamente lascado, retire-o e substitua-o por um novo. Evite este problema impermeabilizando a parede com um isolamento à base de silicone, que permite a evaporação da humidade, mas não deixa penetrar a água da chuva.

Bolor ou musgo. Trate a parede com um fungicida adequado, diluído de acordo com as instruções da embalagem. Aplique o produto as vezes que forem necessárias. Quando o bolor adquirir uma cor castanha ou preta, raspe-o com uma escova. V. também FLORESCÊNCIA.


Adicionar Comentário