Como lixar superfícies

Lixa-se uma superfície para a tornar completamente lisa. Trata-se de um trabalho que pode ser feito à mão ou à máquina, mas em que se utiliza sempre um material abrasivo, que pode ser a granalha de vidro, o carboneto de silício, o esmeril, o carboneto de tungsténio, etc. As lixas são classificadas segundo a grossura do grão: grosso, médio, fino e muito fino (quando a classificação é feita numericamente, quanto mais elevado o número, mais fina será a lixa). Qualquer que seja o tipo de lixa escolhida, comece sempre por utilizar a mais grossa, passando, progressivamente, para outras de grão cada vez mais fino até obter uma superfície perfeitamente lisa. As lixas mais vulgares são:

Lixa de granalha de vidro, ou de vidro moído

Utilize-a seca em madeira que não precise de ficar muito lisa, como, por exemplo, quando se pretende raspar tinta antes de tornar a pintar. É a lixa de preço mais baixo.

Lixa de silicatos

Lixa muito durável que permite o melhor corte. Utiliza-se para acabamentos de qualidade em móveis que se destinam a ser envernizados ou polidos. Utilize seca.

Lixa de esmeril (de papel ou tecido)

Utilize-a húmida ou seca, consoante as instruções do fabricante, para acabamentos em metal. A lixa de esmeril é resistente, mas tem tendência para empapar. Utilize a lixa de tecido em superfícies curvas — rasgue uma tira, segure uma ponta em cada mão e puxe para a frente e para trás.

Lixa de carboneto de silício, ou carborundo.

Esta lixa pode ser utilizada húmida ou seca. Empregue-a húmida para lixar a tinta antes de voltar a pintar — a água funciona como lubrificante e também não deixa levantar o pó de tinta, que pode conter chumbo.

Disco, bloco ou lima de carboneto de tungsténio

Uma lixa de material muito rijo que é colada sobre uma base de metal. Existe em grão grosso e fino. Utilize para um primeiro desbaste ou para tirar tinta.

Almofadas de lixa

São placas de espuma revestidas com uma substância abrasiva nas duas superfícies maiores. Utilize molhadas para raspar a tinta antes de voltar a pintar (mas não para retirar completamente a tinta). Use em seco para alisar superfícies curvas e torneadas.

Palha-d’aço

Existe em diversas grossuras. Utilize a palha-d’aço fina humedecida com álcool para tirar o brilho de vernizes antes de aplicar uma nova camada. As palhas-d’aço muito finas estão também indicadas para tirar as marcas de sapatos nos revestimentos de chão de vinilo. Nunca utilize palha-d’aço grossa em peças de madeira.

Lixar à mão

Para alisar superfícies curvas e torneadas, utilize uma folha de lixa dobrada e ajustada à palma da mão. Para alisar superfícies planas, utilize uma lixa sobre um bloco de lixar (bloco de cortiça que permite segurar a folha de lixa, mantendo-a perfeitamente apoiada à superfície a lixar). Quando raspar tinta e verniz antigo para tornar a pintar, utilize uma almofada de lixa flexível molhada em água. Para raspar camadas de tinta de revestimentos de parede, utilize uma placa ou uma lima de carboneto de tungsténio de grão grosso.

Lixar à máquina

Redobre os cuidados quando lixar com uma máquina — pode facilmente lixar mais do que quer. Utilize lixas de grão grosso para tornear e arredondar e de grão fino para acabamentos. Para lixar à máquina, pode utilizar um acessório de berbequim ou uma lixadeira. Entre os acessórios de berbequim mais usuais, contam-se a lixadeira de disco e a lixadeira de tambor. A lixadeira de disco é constituída por um disco-suporte de borracha ao qual são fixados os discos de lixa. Esta lixadeira deve ser utilizada com muito cuidado para evitar que deixe marcas circulares. Na madeira, lixa-se sempre transversalmente ao veio, contrariamente à regra geral. A lixadeira de tambor é constituída por um cilindro de espuma de borracha revestido com uma correia abrasiva. As correias existem em várias graduações do grão. As lixadeiras vibratórias existem como acessório do berbequim e como ferramenta autónoma. Estas lixadeiras descrevem pequenos círculos e são utilizadas sobretudo para acabamentos, e não para desbastar. As lixadeiras de fita são ferramentas autónomas semi-profissionais que consistem numa fita abrasiva que se desloca esticada entre dois tambores. Utilize para os últimos acabamentos depois de aplainar, para nivelar soalhos ou para alcançar recantos que uma lixadeira de pavimento não atinge. Uma lixadeira de pavimento é uma máquina industrial que trabalha com correias abrasivas de vários grãos. Comece com a de grão mais grosso para nivelar e prossiga até à de grão fino para os acabamentos. Utilize para limpar ou raspar soalhos e nivelar grandes áreas de soalho irregular.

242480


Adicionar Comentário