Como limpar tapetes em casa

Com um champô e um aplicador adequados, pode limpar em casa os seus tapetes, carpetas ou passadeiras. No entanto, se possui tapeies antigos ou valiosos, confie a sua limpeza a um profissional ou recorra a uma empresa especializada.
Existem actualmente máquinas eléctricas para limpeza de tapetes com sistema de spray-vacuum (injecção e extracção) que permitem o escoamento do produto de limpeza e a aspiração do líquido depois da aplicação.
Os aplicadores de champô para tapetes possuem rolos de espuma ou escovas e por vezes os dois elementos, que obrigam o champô a penetrar no tapete quando se movimenta o aparelho para a frente e para trás. O champô, contido num depósito ligado ao cabo, é escoado para os rolos por meio de uma alavanca ou botão de regulação do fluxo. Leia com cuidado o manual de instruções fornecido com o aparelho. Verta o champô diluído em água quente no depósito da máquina. A partir deste depósito, o champô escorre por um tubo flexível até à cabeça de pulverização, situada imediatamente à frente da cabeça de aspiração da máquina. Esta cabeça permite aspirar a sujidade, os restos de champô velho e a maior parte da água aplicada para um depósito de recolha existente no aparelho.
O champô mais adequado para limpar tapetes em casa é o de espuma seca, que se mistura com água para formar a solução detergente. Utilize, se possível, a marca recomendada pelo fabricante do tapete ou consulte um profissional.
Antes de proceder à limpeza, aspire cuidadosamente o tapete e trate previa¬mente os pontos mais sujos, aplicando champô com um pano, uma esponja ou uma escova de cerdas duras em movimentos circulares (v. as instruções da embalagem do champô).
Depois de seco, o champô forma cristais que devem ser removidos com o aspirador. Assegure-se de que o tapete está bem seco antes de aspirar. Se houver necessidade de colocar móveis pesados no lugar antes de o tapete se encontrar completamente seco, coloque uma folha de papel de alumínio sob os pés de cada móvel a fim de proteger o tapete.


One Response

  1. Lucas Pimenta 18 de Março de 2013

Adicionar Comentário