Como fazer e reparar um relvado

O meio mais rápido de fazer um relvado é utilizar placas de relva, que proporcionam um colorido imediato e reduzem o tempo e o esforço requeridos para semear e fazer germinar as sementes de um relvado tradicional.
As placas podem ser plantadas entre Outubro e Fevereiro (v. RELVADOS, COMO CUIDAR DE) para que possam criar raízes antes do período de crescimento activo. Comece a preparar o local com três a seis meses de antecedência, consoante o trabalho que é necessário fazer.
Preparação do solo. Limpe e cave o solo, tirando as plantas vivazes, como as azedas e a grama, e certificando-se de que todas as raízes foram arrancadas. O ideal seria que a terra estivesse sem ervas durante três meses, período este em que se faria o nivelamento, se necessário, e se misturaria estrume bem decomposto ou COMPOSTO para melhorar a fertilidade e a drenagem. Em solos argilosos, acrescente areia grossa para facilitar a drenagem (um balde de estrume e dois baldes de areia por metro quadrado). Trate a terra com um herbicida se necessário.
Escolha um dia em que a terra esteja seca para a alisar, eliminando os torrões e as covas, e depois passe-lhe um rolo ou pise-a até a superfície ficar firme. Junte um adubo adequado aproximadamente uma semana antes de colocar a relva — cerca de 2-4 colheres de sopa por metro quadrado. Antes de pôr as placas de relva, alise a superfície.
Como escolher as placas. Adquira as da melhor qualidade que puder comprar. As placas de relva do campo são de preço mais baixo, mas podem conter grande quantidade de ervas daninhas: são preferíveis as placas de relva cultivada.
A relva deve ter sido cortada recentemente, ter um tom verde uniforme e não apresentar clareiras ou sinais de pragas, doenças ou ervas daninhas. A parte inferior deve ser uma mistura homogénea de barro e areia, sem pedras e com muitas raízes brancas. Examine uma amostra da placa antes de a comprar e de novo antes de a plantar.
As placas devem ser todas da mesma largura e nunca demasiado estreitas, pois neste caso dificilmente «pegarão». A largura ideal será de cerca de 30 cm, e o comprimento, entre 60 cm e 1 m.

Corno plantar as placas de relva:
Não as deixe empilhadas nem enroladas; espalhe-as numa superfície lisa e, se vai plantá-las mais de três dias depois da entrega, regue-as se necessário.
Escolha um dia bonito, quando o solo estiver razoavelmente seco. Coloque as placas em filas, calcando-as com um maço (v. gravura). Para evitar danificar a relva nova, trabalhe em pé ou de joelhos sobre uma tábua. Em seguida, encha os intervalos das placas com terra peneirada de boa qualidade misturada com areia e turfa (4 partes de areia, 2 partes de terra e 1 de turfa), o que facilitará a ligação das placas. Se quiser um rebordo curvo, apare as placas com um instrumento de aparar em meia-lua depois de encher os intervalos. Passe o rolo ao de leve por cima da relva — pode usar o rolo de trás de uma máquina de cortar relva — e varra com uma vassoura dura para levantar a relva. Em seguida, regue.
O novo relvado ficará beneficiado se lhe aplicar um adubo de acção rápida no final da Primavera — v. ADUBOS. Deve ser bem regado durante os períodos secos de Verão, pois esta relva em placas é mais afectada pela secura do que a relva semeada.
Reparações. Corte um quadrado à volta da clareira, alise a terra e ponha um novo quadrado de relva. Se a borda do relvado estiver danificada, recorte o quadrado que contém a parte estragada e retire-o. Apare a borda danificada e coloque uma placa de relva nova. Use terra peneirada para encher os intervalos.


Adicionar Comentário