Como efectuar a manutenção de lanternas

Existem tipos de lanternas das mais variadas formas, desde a cilíndrica, a mais vulgar, até às lanternas grandes com pegas para transportar. Mas todas elas são formadas por uma lâmpada, um reflector e uma ou mais pilhas. As lanternas pequenas destinam-se a ser utilizadas numa emergência; para uso doméstico é aconselhável uma lanterna maior. Existem muitas lanternas revestidas a borracha, à prova de choque e de água. As lanternas grandes com pegas são úteis para trazer no automóvel, para campismo ou caravanismo.

Manutenção

Se não utilizar a lanterna regularmente, verifique de vez em quando se acende, pois os contactos podem ficar corroídos e as pilhas descarregam lentamente.Não tente limpar o reflector, pois a sua superfície danifica-se facilmente. Retire sempre as pilhas se a lanterna não for utilizada durante algum tempo. A corrosão nos terminais das pilhas ou no ponto de contacto entre as lâmpadas e a mola pode ser facilmente removida com uma lixa fina. Se a lanterna não funcionar bem, verifique se estes pontos fazem um contacto e se as pilhas estão correctamente colocadas. Um feixe luminoso de pouca intensidade indica geralmente que a pilha precisa de ser substituída. Se a lanterna não acender, a lâmpada pode estar fundida. Retire-a e verifique se o filamento está partido; se assim for, coloque uma lâmpada nova. A cabeça de algumas lanternas constitui uma unidade selada. Se a lâmpada se fundir, terá de comprar uma lanterna nova.

 


Adicionar Comentário