Como deslocar peças de mobiliário dentro de casa com menos esforço

Vale a pena colocar rodízios em algu­mas peças de mobiliário que precise de mudar de lugar com frequência, dentro de uma divisão ou de divisão para divi­são.

Os rodízios são pequenas rodas gira­tórias, à venda nas lojas de ferragens em diversos modelos e tamanhos, que per­mitem uma diminuição considerável do esforço necessário à deslocação de uma qualquer peça de mobiliário. Antes de mais, verifique se as pernas do móvel em questão são verticais; se não for esse o caso, não aplique rodízios.

Tipos de rodízios:

Os tipos de rodí­zios mais comuns são os rodízios de rodas e os de esfera. Ao adquiri-los, peça ao seu fornecedor que lhe indique qual o tipo e tamanho de rodízio mais adequado ao seu móvel.

Os rodízios de rodas podem ter rodas simples de metal ou plástico ou rodas providas com um revestimento de bor­racha ou nylon. Utilizam-se, por exem­plo, em mesas de chá. Se o móvel a que se destinam for pesado, prefira rodízios de rodas duplas, que suportam melhor grandes cargas e são mais fáceis de manobrar.

Os rodízios de esfera, por vezes designados por rodízios de meia-lua, são concebidos para serem colocados do lado direito ou do lado esquerdo da peça a que se destinam, pelo que devem ser adquiridos em conjuntos de quatro unidades, dois rodízios direitos e dois esquerdos. Para conseguir os melhores resultados, aplique os dois rodízios esquerdos opostos em diagonal e faça o mesmo com os rodízios direi­tos.

Sistemas de fixação: Os sistemas mais usuais de fixação de rodízios são o de espigão (ou perno roscado) e casquilho e o de placa. Os primeiros podem ser aplicados em pequenas superfícies.


Adicionar Comentário