Como construir um Tabique

Para fazer um tabique comece por construir uma estrutura ou engradado de madeira, que pode depois revestir com folheado de madeira exótica ou placas de estafe para decorar a seu gosto. Comece por medir a altura e largura da divisão onde quer colocar a divisória. Dirija-se em seguida a uma estância de madeiras e peça indicações sobre as dimensões mais adequadas das réguas de madeira para o engradado de travessas para fixar ao tecto e ao soalho, de travessas verticais e de travessas de travamento.
A régua ou travessa superior devem ficar presas às vigas do tecto. Se a divisória correr paralela às vigas, coloque-a de forma que a régua superior fique situada directamente sob uma viga. Verifique a posição das vigas procurando a localização dos pregos que fixam as tábuas do soalho na divisão correspondente do andar superior; se se trata de um último andar, verifique a posição das vigas no vão do telhado pode também usar um detector de metais para localizar as fiadas de pregos que fixam as placas de estafe do tecto às vigas. Se a travessa superior vai ficar perpendicular às vigas, meça a distância entre elas, de centro a centro, para determinar os pontos de fixação.
Serre à medida as travessas superior e inferior e marque as posições das pecas verticais a intervalos de 40 cm. Marque no tecto a posição da travessa superior e com um PIO-DE-PRUMO determine as posições das peças verticais das extremidades e da travessa inferior. Corte rebaixos nos rodapés (ou, se for mais conveniente, corte-os nas peças verticais das extremidades para encaixe dos rodapés).
Fixe a travessa inferior ao soalho com parafusos para madeira. Assegure-se de que os parafusos peneiram bem nas tábuas do soalho, mas não as atravessam de lado a lado. Se o pavimento for de betão, utilize parafusos e elementos de fixação especiais — v. FIXAÇÃO A SUPERFÍCIES. Coloque a travessa de topo na posição definitiva e fixe-a às vigas do tecto com parafusos para madeira. Prenda as peças verticais das extremidades às paredes com parafusos e elementos de fixação especiais ou com parafusos de cabeça quadrada. Com um nível de bolha, certifique-se de que se encontram perfeitamente verticais. Se a superfície da parede não for rigorosamente plana, preencha os espaços vazios que surgirem entre esta e as travessas de aglomerado de madeira.
Meça e corte as réguas verticais uma a uma, de forma a ajustá-las sem folgas entre as travessas superior e inferior nas posições previamente marcadas, e utilize o fio-de-prumo ou o nível para garantir que ficam verticais. Fixe cada peça vertical às peças horizontais. Pregue os pregos obliquamente, dobre as pontas destes e introduza-os na madeira — v. PREGAR.
Decida a localização do vão da porta e não coloque a régua vertical prevista para esse ponto, o que lhe deixa uma abertura de cerca de 80 cm. Meça a altura do vão da porta — a altura normal das portas é de cerca de 2 m — e corte e pregue uma travessa a toda a largura da parte superior do vão da poria. Corte uma régua curta e fixe-a, centrada, entre esta travessa e a travessa superior. Meça a largura da porta (v. PORTAS) e pregue réguas de madeira de resinosas no interior do vão da porta para obter a largura exigida. Pregue RIPAS por dentro, nos lados e parte superior do vão da poria para obter um encosto ou batente para a poria. Serre e retire o pedaço da travessa inferior correspondente à base do vão da porta.
Fixe réguas de travamento entre as peças verticais pregadas a meia distância entre as travessas superior e inferior e travessas adicionais para suporte de armários de parede ou quadros utilize um nível para garantir que iodas as travessas estão perfeitamente horizontais. Revista os dois lados da estrutura com placas de estafe. Fixe o estafe com pregos adequados, pregados a intervalos de 15 cm, a cerca de 1,5 cm de distância das bordas das placas.


Adicionar Comentário