Candeeiros de petróleo!

Sempre que um candeeiro de petróleo esteja a ser utilizado, certifique-se de que está assente numa base segura ou pendurado num gancho bem fixo. Não deve estar num local onde possa cair, em correntes de ar ou perto de cortinas.

Um candeeiro de petróleo de camisa (peiromax) deve ser inspeccionado pelo menos uma vez por ano. Quando voltar a montar um candeeiro, aperte apenas à mão as partes roscadas.

Remova a cabeça do candeeiro, tendo o cuidado de não tocar na camisa, a dual é muito frágil. Se esta estiver rota, substitua-a. Se não tiver manual de instruções, leve a camisa velha a uma loja de ferragens juntamente com as especificações da marca e do modelo do candeeiro.

Retire o vidro do candeeiro e lave-o com água morna e sabão. Seque-o com um pano macio

Verifique ao tacto se a ponta da agulha do tubo de vaporização está partida; se tal for o caso, substitua-a conforme as instruções do fabricante. Com o tempo, o vaporizador fica obstruído por depósitos de carvão, pelo que deve substituí-lo ao fim de cerca de 500 horas de utilização. Onde houver partes ligadas por aparafusamento — por exemplo, no ponto onde a bomba comunica com o depósito de combustível — existem anilhas, muitas vezes de couro. De cada vez que mexer numa dessas partes, lubrifique a anilha com óleo fino. Se as anilhas apresentarem sinais de deterioração, substitua-as por novas.

Se a bomba não pressurizar o depósito, desenrosque-a para retirar a anilha. Normalmente, esta estará seca c já não se ajusta bem ao tubo da bomba. Lubrifique-a com óleo fino e manipule-a com os dedos para a intumescer. Afeiçoe-a com os dedos de modo que volte a entrar no tubo e em seguida enrosque a bomba. Dê uma bombada forte e rápida para que a anilha se expanda contra as paredes do tubo.

Candeeiros antigos

Estes candeeiros simples de torcida e depósito de petróleo requerem escassa manutenção. Mantenha o vidro limpo lavando-o em água de sabão morna e limpe o exterior do candeeiro, particularmente em volta do porta-torcida, para remover o petróleo e sujidades.

Logo que a torcida dê mostras de enegrecer e ficar quebradiça, suba-a e apare-a para expor uma parte nova.

Se o candeeiro começar a deitar cheiro, desenrosque o porta-torcida e esvazie o depósito. Talvez encontre resíduos, ou até água, no petróleo. Enxa-gúe com petróleo limpo e volte a encher o depósito. Se o cheiro continuar, retire a torcida e monte uma nova. Se não tiver a certeza da largura, leve a torcida velha a uma loja de ferragens e compre outra igual.

Quando montar uma torcida nova, dê tempo suficiente para que fique bem impregnada antes de voltar a acender o candeeiro.


Adicionar Comentário