Entalhar madeira, equipamento e madeiras; cortes básicos

Para entalhar madeira, necessita de um maço redondo e um conjunto de goivas (formões de lâmina curva) de diferentes larguras — os de 8, 13 e 25 mm são os mais indicados para os principiantes. Também precisa de um formão direito para abrir sulcos, um formão liso e um chanfrado (para os cantos). Mantenha as goivas e os formões bem afiados enquanto trabalha, pois as ferramentas rombas tendem a escorregar.

Outras ferramentas de que precisa são uma grosa e limas — ferramentas de várias formas para acabamentos com dentes mais finos — para alisamentos preliminares: também precisa de uma serra para cortar a madeira excedente e um simples barrilete ou grampo para manter no lugar o bloco a entalhar. Em alternativa, arranje um torno de bancada, o que lhe permite ajustar a posição da peça à medida que trabalha.

Necessita igualmente de um conjunto de folhas de lixa de grão grosso, médio, lino e muito fino para alisar a superfície da peça acabada e de um produto para envernizar.

Como escolher a madeira

O mogno e a madeira da tília e de algumas árvores de fruto são madeiras boas para principiantes; pode também utilizar uma prateleira ou uma perna de um móvel velho, depois de-lhe ter tirado o verniz ou o polimento. As madeiras macias são difíceis de cortar com precisão.

Se precisar de juntar folhas de madeira para formar um bloco suficientemente espesso para entalhar, utilize uma cola PVA. Prenda com um grampo as lâminas de madeira enquanto a cola estiver húmida e deixe secar de um dia para o outro.

Como marcar o desenho e entalhar

Execute esboços sob diversos ângulos daquilo que pretende entalhar. Faça um plano para o entalhe de modo que as partes menos espessas da peça fiquem ao correr do veio da madeira para a reforçar. Em seguida, faça um modelo de barro ou uma maqueta.

Faça um esboço do lado e outro da parte posterior da maqueta, coloque ambos os esboços contra a madeira e marque os Contórnos a lápis. Assinale as áreas a cortar e serre as principais partes a eliminar.

Prenda o bloco com um grampo à mesa de trabalho e comece a talhar com uma goiva grande. Segure com firmeza na goiva com uma das mãos e dê-lhe pequenas pancadas com o maço avançando a partir da parte situada mais perto de si. Quando cortar ao correr do veio. retire de uma só vez pequenas lascas de madeira, a fim de evitar que ela rache. Quando tiver de cortar perpendicularmente ao veio, retire lascas compridas e trabalhe das extremidades para o centro.

Talhe com a goiva a forma básica à frente e atrás, retirando de ambos os lados idênticas porções de madeira, lenha a maqueta ao pé de si para servir de guia. Para começar a definir o contorno da peça, marque as áreas a suprimir com um lapis e comece a desbastá-las com um formão liso. Continue trabalhar com as goivas, Utilizando o tamanho mais apropriado. Defina a forma em pormenor abrindo sulcos com o formão direito. Quando acabar, alise os entalhes com a grosa.

Em seguida, afeiçoe a peça começando com lixa grossa para madeira e utilizando outras lixas em grau decrescente até atingir a mais fina.

Cubra a peça com verniz de poliuretano e deixe-o secar completamente. Em seguida, passe uma lixa fina em toda a peça.

Aqueça em lume brando partes iguais de cera virgem e de terebintina. Coloque-as numa lata dentro de um recipiente com água; nunca aqueça a mistura directamente ao lume. pois poderia incendiar-se. Pinte toda a peça com esta mistura. Quando estiver seca, esfregue-a com um pano macio.


17 comentários

  1. marcos 12 de Dezembro de 2010
    • Fernando 11 de Julho de 2016
  2. Vitor 29 de Janeiro de 2011
  3. O-rapaao Rodos 7 de Março de 2012
  4. o-rapaao rodos 7 de Março de 2012
  5. Carlos Alberto Velazcquez 11 de Junho de 2012
  6. Alexandre Santana 18 de Setembro de 2012
  7. Rodrigues 13 de Outubro de 2012
  8. Carlos 4 de Março de 2013
  9. Luiz Janilson Ribeiro 15 de Abril de 2013
  10. Beth 19 de Maio de 2013
    • Rodrigo 6 de Setembro de 2013
    • william 12 de Junho de 2014
  11. Joaquim 29 de Outubro de 2014
  12. Tedson miguel 17 de Abril de 2015
  13. Antonio 3 de Agosto de 2015
  14. Leo Araujo 2 de Novembro de 2015

Adicionar Comentário