Como transferir líquidos por Sifões

Para fazer um sifão, precisa apenas de um tubo flexível relativamente com­prido. Encha-o com o líquido que quer transferir, mergulhe uma das extremida­des do tubo no recipiente a esvaziar e segure a outra a um nível inferior ao do líquido.

Para esvaziar um contentor de água ou um reservatório alto, por exemplo, mergulhe um bocado de um tubo de mangueira na água e aperte bem o tubo a todo o comprimento, ao mesmo tempo que o agita dentro de água para fazer sair o ar nele contido. Depois, tape uma das extremidades com o pole­gar e tire-a para fora da água, certificando-se de que a outra extremidade conti­nua submersa. Leve a saída da mangueira até um nível inferior ao da água e tire o polegar. A água começará a jorrar e continuará a correr enquanto a extremi­dade da mangueira estiver mais baixa que o nível da água — ou até que se tenha esvaziado toda a água. Quanto mais baixa estiver a ponta de saída da mangueira, mais rapidamente correrá a água.

Se precisar de transferir pequenas quantidades de líquidos inócuos, pode utilizar um pedaço de tubo transparente para poder ver o que se passa e sugar 0 líquido até encher o tubo. Quando este estiver cheio, aperte com firmeza a ponta por onde sorveu, mantendo a outra extremidade mergulhada no líquido, e leve-a até um nível inferior ao do líquido. Liberte o tubo para o líquido correr.

Quando se trata de transferir líquidos ou fluidos perigosos, encha o sifão com um aspersor de rega. Calce luvas fortes de borracha c utilize um tubo transpa­rente. Ligue o tubo do aspersor â ponta do tubo de plástico com fita isoladora.

Mergulhe a ponta livre do tubo no líquido e em seguida abra o manipulo do aspersor até que o tubo fique quase cheio. Comprima firmemente o sifão perto do tubo do aspersor enquanto remove a fita isoladora. Coloque a ponta do sifão a um nível mais baixo que o do líquido e liberte-a para permi­tir o escoamento deste.

Lembre-se de que, se por qualquer razão a extremidade imersa do tubo sair do líquido, aquele ficará imediatamente cheio de ar, perdendo-se assim as con­dições que permitem o funcionamento do sistema de sifão. Para continuar a transferência do líquido, terá de voltar ao princípio e reiniciar todo o processo.

Quando não for possível utilizar um sifão, use uma pequena bomba de dre­nagem ou, se necessário, recorra a uma empresa especializada.


Adicionar Comentário