Como fazer reparação de soalhos

O excesso de peso numa determinada parte do soalho pode rachar ou fender uma tábua. Para fazer uma reparação, levante e substitua a parte afectada.

Se as tábuas estiverem ligadas por uma junção a topo, levante a tábua danificada, introduzindo numa das extremidades um escopro largo. Se a tábua for muito comprida, levante a extremidade e depois alternadamente de um e outro lado, metendo tacos de madeira para a manter levantada.

Em seguida, retire todos os pregos e serre a secção danificada, cortando no centro do barrote mais próximo. Com­pre uma tábua com a mesma espessura.

Pregue pequenas ripas de madeira nos lados dos barrotes situados por baixo da tábua danificada, a fim de suportar a nova tábua, e depois pregue-a na posição devida.

No caso de as tábuas serem emalhetadas (macho e fêmea), recorra a um ser­rote de utilização geral (v. serras i: ser­rar) para cortar entre as tábuas a todo o comprimento da peça a ser substi­tuída. Comece a cortar com a extremi­dade da serra, tendo o cuidado de não atingir quaisquer cabos eléctricos ou canos que possam passar por baixo. Em alternativa, utilize uma serra circular eléctrica com uma profundidade de corte regulada para cerca de 1,5 cm, a qual será suficiente para cortar o macho da junção sem danificar quaisquer tubos ou cabos.

Depois de cortado o macho da tábua, introduza lateralmente um escopro largo para levantar a tábua ao longo de uma das beiras, soltando assim os pre­gos do soalho. Em seguida, utilize um maneio de orelhas para retirar os pre­gos.

No caso de não ter danificado gran­demente as tábuas ao soltar e arrancar a tábua velha, deverá introduzir lateral­mente a tábua nova para fazer uma jun­ção macho-fêmea. Depois, proceda como para as tábuas ligadas por uma junção a topo.

Tábuas apodrecidas:

Se descobrir fen­das transversalmente ao veio da madeira e um cheiro a bafio, suspeite de apodrecimento por fungos. Se a ma­deira estiver salpicada de pequenos ori­fícios, suspeite de caruncho.

Reparação de soalhos :
Como levantar tábuas com uma |unção a topo. Corle a lábua imediatamente antes de uma junção. Levante a exlremidade corn um escopro largo até os pregos eslarem sulicienlemenle levantados para os poder arrancar com um martelo de orelhas.

Tábuas gastas:

Em habitações mais amigas, a madeira poderá estar gasta devido a uso constante. A solução poderá ser retirar as tábuas e voltar a colocá-las, mas ao contrário. Siga as indicações dadas para lendas e rachas. Se as tábuas não estiverem completa­mente planas e niveladas, coloque pequenos tacos enire as tábuas nessas condições e os barrotes. Cole os tacos com cola PVA para madeira antes de pregar a tábua já voltada ao contrário. Uma tábua muito gasta OU danificada deve ser substituída.

Tábuas que encolheram. Este pro­blema pode ter origem num aqueci­mento central recentemente instalado. Preencha as fendas pequenas com PAPIER-MÂCHÊ. As fendas maiores são preenchidas com réguas finas de madeira, às quais se dá uma ligeira forma de cunha: aplique-lhes cola e em seguida coloque-as batendo com um maço ou um martelo de borracha. Quando a cola estiver seca, passe uma plaina para que a superfície fique nivelada.

Rangidos:

Estes são causados pela fric­ção de um dos bordos de uma tábua contra a outra. Deite pó de talco entre-as tábuas ou aparafuse-as no ponto em que passam por cima de um barrote.

Tábuas soltas:

Mui las vezes, este pro­blema ocorre nos locais em que o soa­lho foi levantado para se instalar a cana­lização ou um cabo eléctrico e depois recolocado sem os devidos cuidados. Aparafuse a tábua solta aos barrotes — um parafuso mantê-la-á com mais fir­meza elo que um prego e poelerá retirá–lo mais facilmente se for necessário voliar a ter acesso aos canos.

CONSELHO ÚTIL. Ao substituir uma tábua, aplique um produto para preser­vá-la do apodrecimento e ataque de fun­gos.


Adicionar Comentário