Como fazer com ponto laçado e ponto de nós.

Pode fazer tapetes utilizando as duas técnicas ilustradas ao lado — a técnica da agulha de croché para tapetes e a da agulha de barbela com trinco.
Como fazer tapetes pela técnica da agulha de croché. Para estes tapeies de ponto laçado, é necessário um tecido de base, que pode ser serapilheira (ou tela de junta), tiras finas de tecido (ou de couro) e uma agulha décroche para puxar as tiras através dos orifícios do tecido de base. A base deve ter as dimensões do tapete terminado, mais uma margem, se for necessária, para que possa ser colocado num bastidor ou numa armação.
A textura deste tapete depende, evidentemente, da largura das tiras e da qualidade do material de onde foram cortadas. Os tecidos de lã de peso médio, tais como a flanela, são os mais indicados para este trabalho.
A quantidade de tecido necessária para as tiras é aproximadamente igual a quatro vezes a superfície total do tapete. Esta quantidade deve ser dividida entre as cores do desenho, mas é prudente acrescentar 15% ao total calculado para cada cor. É muito importante verificar a exactidão do cálculo pelo consumo rias tiras na primeira área executada do tapete para se poder eventualmente corrigir as quantidades.
Antes de se cortar o tecido para as tiras, este deve ser molhado ou lavado para provocar o seu encolhimento, o que. apertando a trama do tecido, contribui para que as tiras não se desfiem tão facilmente. Estas devem ser sempre cortadas a fio direito (longitudinal ou transversalmente), e nunca no sentido do verdadeiro ou do falso viés. Para facilidade deste trabalho, comece por cortar o tecido em porções de 20 a 30 cm e a seguir corte estas bandas ele tecido em tiras estreitas de 1.5 a 5 mm de largura. As tiras cortam-se na direcção exacta do fio do tecido, se este não for bem visível, pode tirar um fio ao tecido e orientar-se pelo espaço livre para cortar as (iras. Alguns tecidos podem rasgar-se facilmente ao longo do seu fio direito, o que torna mais rápida a operação de cortar as tiras.
Se forem utilizados tecidos de pesos diferentes na execução do mesmo tapete, corte tiras mais largas no tecido mais leve, dobre-as até obter tiras da mesma largura e tia mesma espessura que as cortadas no tecido mais pesado. Esta preparação garante um bom êxito do trabalho.
~Existem várias medidas de agulhas de croché para tapetes; a medida de agulha que se vai empregar deve ser adequada à largura da tira do tecido. Para as liras de 2 mm de largura, utilize uma agulha de croché para tapeies n.° 10: para as de 3 mm, está indicada uma agulha n.º 5. e para as de 6 mm uma agulha n.° 1. Por via de regra, as laçadas destes trabalhos devem ler uma altura igual à largura da tira tio tecido.
Como fazer tapetes pela técnica da agulha de barbela com trinco. Esta técnica permite fazer os nós com fios pré-cortados sobre uma base de talagarça de Esmirna com o auxílio de uma agulha de barbela com trinco. Os nós fazem-se em carreiras horizontais a toda a largura da talagarça, começando pela carreira da margem inferior do desenho, portanto trabalhando de baixo para cima. Esta progressão ascendente permite que a agulha de barbela com trinco deslize facilmente por baixo dos fios da talagarça para formar os nós. Em regra, para formar cada nó emprega-se um só fio de lã para tapetes de 6 cm de comprimento; o pêlo que daí resulta mede cerca de 2,5 cm de altura, O trabalho consiste em executar carreiras de nós, formando cada nó nos fios da trama de cada malha da talagarça. Também se podem fazer os nós com três ou quatro fios (de 11 cm) de fio retorcido ou de fio de tapeçaria; o pêlo assim obtido medirá cerca de 5 cm; para fazer estes nós, trabalham-se os diferentes fios unidos como um fio único. Para obter um pêlo denso com nós formados por vários fios, execute os nós sobre cada carreira de fios da trama; mas, se ficar livre um dos duplos fios da trama, o pêlo do tapete será muito menos denso.
A quantidade de fio necessária para fazer um tapete pelo processo da agulha de barbela com trinco dependerá do número de nós que é preciso fazer para realizar o desenho, assim como do número e do comprimento dos fios utilizados para cada nó. O comprimento de cada fio deve ser igual ao dobro da medida final desejada, pois o fio é dobrado ao meio para se fazer o nó, mais 1 cm para o próprio nó. Os fios são vendidos já cortados e reunidos em feixes ou então em meada.
Para calcular a quantidade de fio necessária, comece por estimar o número de nós que é preciso fazer para executar o desenho; para isto, multiplique o número de nós que existe em cada centímetro quadrado pelo número de centímetros quadrados que tem o desenho completo. Divida o total de nós pelas diferentes cores necessárias à execução do desenho e adicione 15% ao número de nós de cada cor. Se comprar feixes de fios pré-cortados, divida o número total de fios necessários (tantos quantos são os nós do tapete) pelo número de fios de cada feixe, sabendo-se então quantos feixes de fios é preciso comprar. Se o fio for comprado em meadas, é preciso converter em melros (ou gramas) o total dos fios. Este fio deve ser enrolado em volta de uma régua ranhura da. Também se pode enrolar o fio em volta de um cartão que tenha uma largura igual â altura dos fios e um comprimento suficiente para nele se enrolarem bastantes voltas de fio.


One Response

  1. Tania Regina 2 de Fevereiro de 2015

Adicionar Comentário