Evitar e tratar o Cabelo Espigado

A exposição ao sol e ao vento pode fazer espigar as pontas do cabelo. Outras causas mais facilmente evitáveis são as colorações, descolorações ou permanentes demasiado frequentes, o uso de pentes ou escovas de pontas ásperas, que partem o cabelo, a utilização sistemática de rolos quentes ou o facto de se enxugar o cabelo com o secador numa temperatura excessiva.

Depois de o mal estar feito, não há nada a fazer. O único remédio consiste em cortar todas as pontas espigadas, aplicando em seguida um creme para o cabelo estragado. Aplique esse produto pelo menos uma vez por semana, até que o cabelo regresse ao estado normal.

cabelo-espigado

Em vez de aplicar um creme para cabelo espigado, pode também amornai’ duas ou três colheres de sopa de azeite, massajar o couro cabeludo e passar depois o pente pelo cabelo para espalhar o azeite. Em seguida, embrulhe a cabeça numa toalha e deixe o cabelo absorver o azeite durante cerca de 18 minutos. Para terminar, lave com um champô suave e passe bem por água.

Se costuma lavar a cabeça mais do que uma vez por semana, aplique um creme vulgar no cabelo entre as aplicações semanais tio produto especial de tratamento — v. CABELO ESPIGADO. 

Para evitar que o cabelo espigue, deve tratá-lo com cuidado. Escolha um champô suave, aplique um creme de vez em quando e seque o cabelo com suavidade, pois este estraga-se facilmente quando está molhado. Evite ripar o cabelo e não se sirva dos rolos quentes mais de duas vezes por semana; evite também as colorações e descolorações muito intensas e não faça mais de duas permanentes por ano.

 


One Response

  1. Ana Machado 4 de Fevereiro de 2015

Adicionar Comentário