Como actuar numa situacao de Falha dos travoes

Se os travões do seu automóvel falha­rem numa situação normal de condu­ção : por exemplo, ao abrandar a velo­cidade num cruzamento , pode ainda parar o veículo com segurança se agir com rapidez.

Accione o travão de mão com suavi­dade e, ao mesmo tempo, carregue várias vezes no travão de pé, como se estivesse a bombeá-lo, pois talvez con­siga recuperar pressão que lhe permita travar o automóvel. Enquanto com uma das mãos segura no travão de mão, com a outra agarre com firmeza o volante, pois a utilização do travão manual pode bloquear as rodas traseiras e provocar a derrapagem. Se as rodas traseiras blo­quearem, alivie o travão de mão.

Enquanto o travão de mão obriga o carro a abrandar, reduza progressiva­mente para velocidades inferiores. Não desligue o motor para poder usá-lo como auxiliar de travagem à medida que muda para as velocidades mais bai­xas. Em automóveis com transmissão automática, desloque a alavanca de selecção para L (do inglês low, baixa) ou para 2 (2.a velocidade).

Se a utilização do travão de mão e a redução das mudanças não forem sufi­cientes para abrandar de forma a evitar uma colisão, tente dirigir o carro para uma subida íngreme ou uma encosta ou ao longo de uma sebe ou vedação. Esta manobra deverá ajudá-lo a reduzir ainda mais a velocidade e talvez a evitar um acidente grave, ainda que à custa de danos no veículo.

Falha do travão de mão. Se o travão de mão falhar quando parar o automó­vel numa subida íngreme, será difícil arrancar de novo sem que o carro des­caia. Experimente, no entanto, aplicar a técnica do «calcanhar e ponta do pé».

Rode o pé direito de modo que a biqueira fique apoiada no travão e o tacão no acelerador. Liberte o pedal da embraiagem e, ao mesmo tempo, alivie a pressão da biqueira no travão e pise o acelerador com o tacão. Conseguirá assim aguentar o carro até arrancar e soltar completamente o travão.

Verificação dos travões. Verifique semanalmente o sistema de travões do seu automóvel a fim de reduzir a proba­bilidade de falha total dos travões durante a condução.

A causa mais frequente de falha dos travões é a existência de uma fuga no sistema hidráulico, que provoca a perda de óleo dos travões. Verifique o nível do óleo no depósito da bomba central ou no depósito independente e faça-o legalmente antes de iniciar uma viagem longa.

Se, em qualquer ocasião, verificar uma descida acentuada do nível do óleo, leve imediatamente o automóvel a uma oficina ou a uma garagem.


Adicionar Comentário