Como tratar de Hamsters e porquinhos-da-índia

As crianças gostam de animais mansos e amigáveis, os pais gostam dos que são fáceis de alimentar e de cuidar, e os hamsters e porquinhos-da-índia satisfazem as preferências de uns com os outros.

«Hamsters»

Limpos e quase sem cheiro, estes animaizinhos são ideais para ter dentro de casa. São, porém, agressivos até se habituarem ao dono, e são-no sempre para com os da sua espécie, pelo que devem ter gaiolas separadas.

Não trate um hamster novo e nervoso com movimentos bruscos, pois arrisca-se a levar uma dentada; a melhor altura para o habituar a ser tocado é quando está a comer. Os hamsters armazenam pedaços de comida em bolsas nas bochechas para comer mais tarde, e é enquanto o animal está ocupado a armazenar os alimentos que pode passar-lhe um dedo ao longo do dorso. Faça-lhe mais festas de cada vez, até que ele permita que lhe pegue quando acaba de comer.

A gaiola para um hamster deve ter pelo menos 65 x 30 cm e ser feita de madeira dura, plástico forte ou metal para que ele não a roa para fugir. Cubra a parte da frente ou topo da gaiola com rede de arame fino e forre o chão com jornais ou uma camada espessa de serradura. Os hamsters têm tendência para usar sempre o mesmo sítio da gaiola para as suas necessidades; por isso, coloque nesse local um pequeno tabuleiro de metal cheio de serradura e limpe-o lodos os dias. Retire a comida que sobra duas vezes por semana e mude os jornais ou a serradura uma vez por semana.

Alimente o seu hamster com uma mistura de aveia, trigo e sementes de girassol ou dê-lhe rações adequadas. Dê-lhe também de vez em quando alface ou couve e legumes, por exemplo cenouras, cabeças de nabo e couve-nabo, ou pedaços de maçã tenha sempre água para ele beber e dê-lhe um pedaço de madeira doce para roer.

Os hamsters são noctívagos e muito vulneráveis aos extremos de temperatura; por isso, as gaiolas devem ficar em compartimentos com temperatura constante, de cerca de 18°C, sem correntes de ar, fora do alcance de cães e gatos e longe de janelas ou de irradiadores. Introduza na gaiola qualquer fibra natural e macia para o animal fazer a cama. O feno não serve porque pode ferir as bolsas das bochechas. Um hamster bem tratado pode viver mais de dois anos.

Porquinhos-da-índia

Também por vezes chamados cobaias, estes animais podem viver dentro ou fora de casa, sendo a escolha quase sempre determinada pelo espaço disponível: uma gaiola para um casal deve ter cerca de 1  m de comprimento por 65 cm de largura e 65 cm de altura. A rede de arame da frente deve ter uma malha de 2,5 ou 1,3 cm e, se a gaiola se destinar a ficar fora de casa, proteja-a com uma cobertura de feltro para telhados.

Coloque dentro da gaiola uma caixa quadrada com cerca de 25 cm de lado e 15 cm de altura forrada com feno macio para o animal dormir. Cubra o chão da gaiola com serradura ou turfa. Mude o feno e a cobertura do chão pelo menos uma vez por semana.

Alimente os porquinhos-da-índia com uma mistura de cereais e verduras e dê-lhes vitamina C todos os dias. Meta na gaiola um pedaço de madeira doce, como macieira, aveleira ou salgueiro, para roerem e manterem os dentes em bom estado e renove a água com frequência.


14 comentários

  1. jamily 20 de Abril de 2011
  2. Pixa 16 de Maio de 2011
    • sulamita 4 de Dezembro de 2011
  3. Iago Monteiro 27 de Março de 2012
  4. Malu Céu Araújo 5 de Maio de 2012
  5. Keronly Costa 4 de Agosto de 2012
  6. Juliana 25 de Setembro de 2012
  7. autonomo 9 de Maio de 2014
  8. dede 9 de Maio de 2014
  9. dede 9 de Maio de 2014
  10. dede 9 de Maio de 2014
  11. dede 9 de Maio de 2014
  12. dede 12 de Maio de 2014
  13. Thalia Botelho 7 de Junho de 2014

Adicionar Comentário