Dicas para cuidar de gatos idosos

Os animais de estimação são muito importantes na nossa vida, mas infelizmente ( e tal como nós) também envelhecem.

Torna-se assim necessário saber quais os cuidados que devemos ter para tornar a sua vida confortável e agradável, numa fase mais madura da sua vida.

Cuidar de um gato idoso não é muito mais difícil que cuidar de um gato de idade adulta ou até um gato mais jovem. Contudo, existem algumas pormenores a que deve dar maior atenção.

Segue-se uma lista de alguns desses pormenores que deve manter debaixo de olho para cuidar de gatos idosos.

Olhos

Como acontece com os humanos, também a visão de um gato começa a piorar com o passar dos anos e conforme vai ficando mais velho. Certifique-se que quando for com o seu animal de estimação ao veterinário (para uma consulta regular ou vacinação), que este lhe observa os olhos com atenção redobrada. Com o avançar da idade é normal que o seu gato comece a apresentar problemas de visão. Por isso, é essencial que mantenha algumas rotinas fixas e os objetos sempre no mesmo local (como comida, água e caixote das necessidades), para que o animal não tenha dificuldades acrescidas no seu dia-a-dia.

Suplementos

O seu gato pode vir a precisar também de alguns suplementos específicos para fazer face a perdas próprias da idade. Por exemplo, pode necessitar de suplementos de cálcio para compensar perda de densidade óssea.

Outros pormenores devem também ser tidos em consideração. Evite que o gato precise de subir para mobiliário muito alto para chegar a certos lugares. Se o animal aprecia ficar na janela ao sol, então coloque escadas, uma rampa ou outra opção que lhes facilite aceder a esta. Será um pequeno investimento para evitar problemas e acidentes, que podem resultar em contas de veterinário bem mais dispendiosas.

Saúde dentária

Os dentes de um gato são muito importantes para comer e rasgar a comida. Se o seu gato começa a perder os dentes, mas a sua alimentação é feita à base de alimentos secos ou uma dieta de alimentos crus, provavelmente terá de a alterar para alimentos enlatados, de modo a facilitar a alimentação. Pergunte também ao seu veterinário como escovar corretamente os dentes ao seu gato e faça limpeza regulares durante as consultas.

Coração

Embora não exista uma idade específica para sofrer de problemas cardíacos, a verdade é que gatos idosos têm maior tendência para sofrer deste tipo de complicações. Exames de saúde regulares são recomendados, pois, se não for devidamente controlada, a doença cardíaca pode levar a problemas como acumulação de líquido nos pulmões, pressão arterial elevada e outras condições graves de saúde.

Em resumo, assim como as pessoas, também os gatos envelhecem ao seu próprio passo. Apenas certifique-se que fornece ao gato tudo o que precisa para que os seus anos de velhice ainda sejam de qualidade e bastante ativos.


2 comentários

  1. Elisabeth P. S. Coutinho 8 de Janeiro de 2013
  2. Paula Bastos Ruta 28 de Janeiro de 2013

Adicionar Comentário