Como poupar energia, recursos naturais e ajudar o planeta

Nos últimos anos, os enormes avanços ao nível tecnológico têm vindo a proporcionar-nos maiores comodidades, que consequentemente têm-nos levado a uma vida melhor, mais confortável e despreocupada. Contudo, o nosso planeta é que tem vindo a sofrer na “pele” as graves consequências destes avanços. A maioria de nós desconhece que é a partir das nossas próprias casas que grande parte dos resíduos prejudiciais são gerados, mas não são estes que causam mais impacto sobre o nosso planeta. O gasto e desperdício de energia e dos nossos recursos naturais é que é o fator mais preocupante neste momento, se tivermos em conta a sua escassez e o que é necessário para a sua produção.

 

O gasto de energia nos nossos lares é maioritariamente utilizado para o arrefecimento e aquecimento, pelo que algumas estratégias podem ser implementadas para lhe permitir poupar consideravelmente no seu consumo mensal e até anual. Por outro lado, se não tivermos mais cuidado com os nossos recursos naturais, daqui a alguns anos alguns correm o risco de ficarem irremediavelmente esgotados.

Sugerimos os seguintes passos simples, com vista a poupar energia ou recursos:

  •  Sabemos que um bom duche quente é relaxante e, por vezes, até quase terapêutico, mas isso não significa que necessite de ser sempre excessivamente longo. O que lhe sugerimos é que opte por tomar um duche curto. Se tirar apenas dois minutos ao tempo do seu duche normal já vai conseguir poupar uns bons litros de água, assim com energia e gás. Isto em apenas dois minutos! Se todos nós optássemos por fazer duches mais curtos, imagine o que não estaríamos a poupar e a ajudar o nosso planeta.
  •  Como já referimos anteriormente, é no processo de arrefecimento e aquecimento das nossas casas que gastamos mais energia. Uma excelente forma de poupar neste campo é colocando o termóstato um grau acima para o ar condicionado e um grau abaixo para o aquecimento. Esta simples medida vai-lhe permitir poupar mais de 70 euros na sua conta de energia anual. Uma poupança enorme com apenas a mudança de um grau no seu termóstato, uma mudança quase irrisória no seu conforto, mas que vai ajudar a diminuir o seu impacto negativo no planeta.
  •  Muitas pessoas não dão a devida importância à reciclagem, mas se todos nós dedicássemos algum do nosso valioso tempo à separação do lixo, podíamos diminuir em cerca de 75 por cento a quantidade de resíduos que são enviados para os aterros sanitários. Por isso, perca algum tempo a separar vidro, papel e plástico nos respetivos contentores de reciclagem.

Adicionar Comentário