O que é a energia vital QI

Conceitualmente, Qi (pronunciado em português tchi, em japonês ki) na medicina tradicional chinesa (MTC) é chamado de energia vital QI e é essencial a sua compreensão tanto para compreender a MTC, a cultura chinesa, como para entender a forma com que o homem chinês vê o mundo e entende o universo.

Não possui uma única tradução e seus significados são amplos e englobam diversas compreensões.

O Qi é entendido em seu sentido inicial como a energia que sustenta o universo, e a que foi necessária para arquitetar o mesmo, e, por isso, sendo a substância mais elementar do mesmo.

Dois significados do termo Qi segundo Maciocia: Energia refinada produzida pelos Órgãos Internos, assumindo diferentes formas, em diferentes lugares; Atividade funcional de um Órgão Interno (por exemplo:Qi do Fígado, Qi do Pulmão)
“Tudo no universo resulta dos movimentos e mudanças do qi.”

No manuscrito mais antigo que se conhece da MTC a energia é definida da seguinte maneira:

“A energia é a causa de toda produção e toda destruição.” (NEI-CHING SU-WEN).
Observando-se este conceito entende-se que os organismos materiais, a matéria em geral, é para os chineses um estado desta energia, o Qi, condensada, corroborando com que Einstein também dizia.

Com o tempo este conceito foi absorvido pela MTC e começou a ser utilizado para explicar funções do organismo humano. Sendo definido da seguinte maneira:

“Qi é a energia que circula nos Meridianos (canais energéticos) e também é a chama que mantém a vida e põe os seres em movimento. Qi é o próprio movimento, é a força vital, é o fio condutor.” (CAMPAGLIA, 2004, p. 17).

Sendo assim, a energia vital QI no homem e esta definição explica a função do Qi, como esta energia atua no organismo humano e faz sua ligação com o mundo exterior, circulando tanto dentro, quanto fora do homem.

A definição engloba o conceito de fluxo em circulação de energia pelos canais.
A energia vital Qi se manifesta em todo o universo, e como seu significado é compreendido enquanto energia vital pode-se supor que o Qi, junto com o Yin e Yang sustenta o mundo material.

Em nosso organismo existem vários Qi  (Coração[xin], do Baço [pi] , do Estômago[wei], etc. Tais Qi’s ou Energias referem-se às funções fisiológicas dos órgãos Zang e vísceras Fu. E, estas funções fisiológicas são ações de:
Promove; aquecer, defender, consolidar e comandar, ativar o metabolismo e a transformação.

As 4 direções do QI

Além das funções para se entender o Qi é necessário saber como ele se movimenta no organismo. São essencialmente quatro (4) movimentos ou direções: subir, descer, sair e entrar.

Subir refere-se ao movimento a partir de baixo;

Descer, a partir de cima;

Sair, a partir do interior e;

Entrar, a partir do exterior.

O Qi é um estado constante de fluxo em estados variáveis de agregação. Quando o Qi se condensa, a energia se transforma e se acumula em forma física; quando se dispersa, o Qi origina as formas mais sutis de matéria.

Como se manifesta o QI

O Qi é uma energia que se manifesta simultaneamente sobre os níveis físico e espiritual (Maciocia, Fundamentos da Medicina Chinesa, 1989).

De acordo com a medicina chinesa, há muitos “tipos” diferentes de Qi que afetam nosso corpo e mente, variando desde o sutil e rarefeito até o mais denso e duro.

Todos os vários tipos de Qi, todavia, são na verdade um único Qi, que simplesmente se manifesta de diferentes formas.

Sendo assim, é importante observar a universalidade e a particularidade simultâneas do Qi. De certa maneira, há somente uma energia Qi que assume diferentes formas, porém, na prática, também é importante apreciar os diferentes tipos de energia vital Qi.


Adicionar Comentário