DICAS PARA FAZER KIBE

O famoso salgadinho que aqui no Brasil conhecemos como quibe, é conhecido em outras partes do mundo como kibbeh, kubbeh, kebbah, kubbi ou mesmo kibe. O nome pode variar, mas pouca coisa muda na receita do famoso quibe pelo mundo, pois, é feito basicamente de carne moída magra e farelo de trigo. Em seu país de origem, é feito com carne de cordeiro ou cabrito, mas, no Brasil é feito de carne bovina, de preferência patinho.

Seu nome original é kibbeh e ele surgiu no Líbano, onde é considerado o prato nacional. Além disso, também é muito popular na Palestina, na Síria e em Israel. No Brasil, por conta do grande número de imigrantes vindos do Oriente Médio, ele caiu nas graças do povo brasileiro, que prefere consumi-lo frito. Contudo, o prato mais tradicional é consumido cru, e este artigo irá ensiná-lo a fazer o tradicional quibe libanês cru.

Por essa variação mais tradicional ser consumida crua, o ideal é que o quibe seja feito com uma carne magra, pois a gordura crua não é saborosa ou saudável para o consumo. Portanto, o corte mais usado para o quibe é o patinho, um corte nobre, vindo da parte traseira do boi. É uma carne extremamente magra e um pouco mais dura que o coxão mole, o que faz com que seja ideal para ser moída: nem dura demais para consumo, nem mole demais para moer.

 

como fazer kibe
Ingredientes

  • 700 gramas de patinho extra limpo moído uma vez
  • 300 gramas de trigo já hidratado e seco (lavá-lo em água corrente e deixá-lo hidratando por 30 minutos. Depois escorrer bem até que fique bem sequinho)
  • 4 colheres de sopa de cebola cortada em cubos bem pequenos
  • 3 colheres de sopa de salsinha cortada bem fina
  • 1 colher de sopa de cebolinha cortada bem fina
  • 2 colheres de chá de sal
  • 1 colher de chá de pimenta-do-reino moída
  • 1 pimenta dedo-de-moça picada (opcional)

 

Em uma tigela, junte o trigo, a carne e os temperos (a cebola, a salsinha, a cebolinha, o sal, a pimenta-do-reino e a pimenta dedo-de-moça). Amasse bem, misturando todos os temperos, até formar uma massa uniforme. Modele o quibe de acordo com o tamanho que desejar. A forma mais tradicional é fazer uma bola ovalada e servir acompanhado de pão pita, rabanetes, cebola, folhas de hortelã e limão. Regue com fios de azeite extra virgem antes de servir e delicie-se com essa iguaria maravilhosa!

Cabe lembrar, porém, que os métodos de preparação de alimentos tradicionais reconhecem o perigo potencial de se consumir carne crua, e a preparação e manuseio adequados reduzem as chances de doenças transmitidas por esses alimentos.

Os cozinheiros libaneses, por exemplo, costumam selecionar um cordeiro e o abatem na hora para terem certeza de que a carne é fresca. Eles, então, o levam imediatamente e fazem o quibe, em vez de comprá-lo de uma loja ou restaurante.

Não temos esse costume em nossa casa ou nas cidades em que vivemos, portanto, quando comer ou fizer quibe cru (ou outros pratos de carne crua) é extremamente importante garantir que a carne esteja fresca.

O melhor conselho é seguir a forma tradicional de preparo e consumo de carne crua, que consiste no que se segue:

  • Certifique-se de que a carne crua seja mesmo fresca;
  • Só compre carne crua de um açougueiro respeitável e de confiança, que entenda como a carne será consumida;
  • Prepare e consuma o mais rapidamente possível a carne após comprá-la.

Adicionar Comentário